NOTÍCIAS

Sindvarejista Recife e Sindcom Jaboatão apresentam Projeto Papão de Pilhas na Alepe


O Projeto Papão de Pilhas foi apresentado, ontem (28/11), em reunião ordinária, na Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe), por solicitação do deputado estadual João Maurício, presidente da Comissão do Meio Ambiente e Sustentabilidade. O projeto é uma ação de logística reversa que visa o descarte correto e a reinserção no mercado dos componentes de pilhas e baterias usadas, uma iniciativa inovadora do Sindicato do Comércio de Jaboatão dos Guararapes (Sindicom) e do Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios do Recife (Sindvarejista), com apoio do Senac e do Sesc.

 

A mesa da reunião ordinária foi presidida pelo deputado estadual José Humberto Cavalcanti e contou com a presença dos deputados Antônio Moraes, Laura Gomes e Henrique Queiroz; da vice-presidente do Sindivarejista Recife, Maria das Dores; do tesoureiro do Sindicom Jaboatão, Paulo Antônio Maranhão; além de representantes da Fecomércio, Senac e Sesc. Na ocasião, a analista do Senac Cecília Barreto e a gerente do Sindivarejista Recife, Patrícia Galdino, explicaram como o Papão de Pilhas surgiu e como as empresas podem aderir.

 

Para José Humberto Cavalcanti, é importante discutir o tema “porque não se trata de uma simples pilha, são materiais que prejudicam todo o meio ambiente”. “Se não houver uma discussão, como será o nosso futuro? Esse momento é fundamental para ampliar o recolhimento desses objetos, traz novo ânimo para as empresas que podem participar e querem se engajar de forma efetiva”, disse o parlamentar.

 

Sobre o projeto – O Papão de Pilhas é resultado do termo de compromisso assinado pelos sindicatos, Senac, Sesc, Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) de Pernambuco e Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), em abril de 2018. Até o momento, já foram recolhidas 435 mil pilhas, que somam 3,5 toneladas. Atualmente, há pontos de recebimento do Senac e do Sesc nas cidades do Recife (bairro de Santo Amaro,  Casa Amarela e Piedade), Paulista, Vitória de Santo Antão, Surubim, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Triunfo e Petrolina.

 

Como funciona – Para participar do Papão de Pilhas, a empresa deve assinar um termo de adesão para se tornar ponto de recolhimento. Existem três tipos de pontos de coleta: primário, para recebimento de até 5kg de resíduos; secundário, até 30kg; e os pontos consolidados (sedes do Sindicom e do Sindivarejista e as unidades do Senac e do Sesc em todo o Estado). Pelo acordo, os sindicatos, o Sesc e o Senac passarão a ser pontos de recebimento e cada um armazenará até 200 kg desses resíduos. Depois, todo o material arrecadado é recolhido pela empresa Green Eletron – Gestora de Logística Reversa de Eletroeletrônicos, que é responsável pela operação logística e destinação para a reciclagem e pela articulação com empresas fabricantes, importadores e comerciantes dos produtos para que os componentes retornem para o mercado.